gallery/logo ordem aurora dourada

SEGUNDA ORDEM    

 

Rosa Rubea et Aurea Crucis

 

 

Graus da Ordem Golden Dawn

 

Neófito 0 = 0  

        Este é o primeiro grau da Ordem Externa da Golden Dawn e, em muitas maneiras, seu rito iniciatório destaca-se das outras cerimômias de iniciação aos graus subsequentes da Ordem. O  0=0 é indicativo de que  este grau não faz parte de nenhuma esfera da Árvore da Vida Qabalística. A cerimônia é uma introdução ao processo de iniciação  e ao extenso curriculum da Ordem.

Desta rica e profunda cerimônia, repleta de significados, derivam-se praticamente todas as técnicas e fórmulas da Ordem.

É a chamada "Fórmula do Neófito".

Esta cerimônia é designada para atrair a LUZ DIVINA até o templo, por meio da atuação dos oficiais ritualísticos, e a implantação desta Luz na aura ou esfera de sensação do candidato.

Este grau é um período onde o candidato é considerado um "probacionista", ou seja, a Ordem testa o aluno para verificar sua disciplina, caráter e determinação em realizar a Grande Obra.  O estudante, por sua vez, prova (testa) a Ordem para verificar sua compatibilidade com o espírito (egrégora) da Ordem e para obter um entendimento básico sobre a Arte Hermética. 

Nesta fase o estudante deve meditar e escolher o seu moto ou lema mágico que norteará este período de seu progresso. Instruções detalhadas sobre este  são fornecidas.

 

O embasamento mitológico para a Cerimônia de Iniciação do Neófito está no conceito egípcio do Salão de Julgamento relatado no antigo Livro dos Mortos do Egito Antigo. A cerimônia envolve repetidas purificações, a confissão de que o "morto" (representado pelo candidato) não cometeu uma série de atos negativos. Após o que, o "morto" contempla a pesagem de suas passadas ações no plano terrestre, na Balança de Maat. Tudo é registrado por Thoth, o deus escriba, enquanto a um ponto Ammit, um animal horrendo (a persona malefica do indivíduo) aguarda para devorar a alma daquele que tenha vivido uma vida má e indigna.  Ao vencedor é dado o prêmio supremo: ser levado pelo deus Hórus até Osíris (deus da morte e ressureição) em seu trono. Ali encontra-se o eterno símbolo da transformação: a flor de lótus que surge imaculada em meio ao lodo. Em meio à Luz Infinita, ocorre então a sagrada união do morto ao Redentor (Osíris), coroando a cerimônia.

 

Sem a menor dúvida, uma das mais belas cerimônias já desenhadas na Tradição de Mistérios do Ocidente, e uma que não é apenas representação teatral. Por meio de técnicas mágicas, os oficiais ritualísticos "incorporam" ou canalizam e representam as divindades egípcias do belo drama ritual e a maior parte da "ação"ocorre realmente no nível "astral".

 

Os próximos quatro graus estão relacionados com os quatro elementos: Terra, Ar, Água e Fogo.

 

 

Material de Estudo e Práticas do Grau:

Banir e Limpar a Aura (Esfera de Sensação)

Técnicas para invocação da Luz Divina

Técnicas de Cura

Trabalho do Neófito

Iniciação à Astrologia

Iniciação ao Tarot e Adivinhação

Meditação

Simbolismo da Alquimia

gallery/rosacruz icone
gallery/misterios cristaos
gallery/golden dawn cripta do adepto

"Eu morri - e agora viajo em reinos desconhecidos com minha barca (uma alusão ao corpo sutil). Embora morto, eu sou, e vivo neste mar infinito, alegre no conhecimento de que o corpo não é tudo! Agora eu sei! Agora posso encontrar meus irmãos e irmãs e receber deles o poder de contato com as coisas acima e as coisas abaixo..."

 

Após a conclusão da Ordem Externa, um membro pode ser convidado a participar da Ordo Rosae Rubea et Aurea Crucis (Ordem da Rosa Vermelha e da Cruz de Ouro), a Segunda Ordem, que constitui os  graus do nível de adepto. Neste nível inicia-se a prática, em muito maior profundidade, da magia e alquimia da Ordem.

 

É percebido que muitas ordens sentem-se perdidas quando o assunto é a Segunda Ordem. Percebendo isto, fomos buscar nossa instrução e treinamento numa das melhores fontes possíveis:  Patrick Zalewski.

Através do treinamento de Segunda Ordem excelente e super exigente fornecido por esta fonte, nos é possível trazer para os membros de nossa Escola e Ordem uma Segunda Ordem capaz de rivalizar com outras de alto nível, no exterior.

 

O curriculum de estudos para esta segunda ordem inclui os sub-graus de Adeptus Minor e os graus de Adeptus Major e Adeptus Exemptus.

A Terceira Ordem (Magister Templi, Magus e Ipsissimus) é, como todos sabem, composta por graus que não podem ser manifestados durante a vida corpórea de uma pessoa. Aqui, nos níveis astrais, residem os Chefes Secretos de nossa sagrada Ordem.

 

Curriculum de Estudos Adeptus Minor 5=6 

 

Zelator Adeptus Minor

Theoricus Adeptus Minor

Practicus Adeptus Minor

Philosophus Adeptus Minor

 

SEÇÃO 1 - ZELATOR ADEPTUS MINOR (Z.A.M.):

 

1- Criação das Tábuas Enoquianas

2- Consagração das Armas Elementais, da Vara de Lótus, do Lamen da Rosacruz e da Espada.

3- Introdução ao Sistema de Magia Enoquiana

4- Concurso de Forças - primeira parte

5- Palestra sobre extração de nomes das Tábuas

6- Hierarquia das Tábuas

7- Astrologia e as Tábuas

8- Notanda

9- Introdução ao Skrying na Visão do Espírito

10- Método sistemático de estudo dos quadrados (Tábuas)

11- Palestra oficial para o skrying dos quadrados (Tábuas)

12- Controle da aura e as Tábuas Enoquianas

13- Dicionário Enoquiano

14- Documentos sobre Xadrez Enoquiano

15- Instruções para construção de um Xadrez Enoquiano

16- Cerimônia da Torre de Vigia

17- Cerimônia do Equinócio

18- Ritual para Desenvolvimento Espiritual

19- Ritual de Invocação do Mais Alto Gênio

20- Palestra sobre o simbolismo do grau 5=6

21- Palestra da tarefa empreendida pelo Adeptus Minor

22- Documentos da Fama Confessio

23- Palestra: Tábuas Enoquianas - diferentes tipos e seus usos

24- Os documentos Z-2

25- Rituais Planetários

26- Pergaminhos Voadores (36)

27- Palestra sobre Imagens Talismânicas

28- Cerimônia de Consagração da Cripta

 

TRABALHOS DO GRAU

 

a) O(a) Adepto deve consagrar a Vara de Lótus, Espada e as Quatro Armas Elementais, recebendo então instruções para seu emprego.

 

b) O(a) Adepto construirá um jogo de Xadrez Enoquiano.

 

c) Instruções serão fornecidas sobre como jogar Xadrez Enoquiano. A pessoa deve se tornar proficiente em jogar de quatro posições de jogo diferentes. Estes jogos devem ser registrados e então apresentados aos Chefes.

 

d) O(a) Adepto(a) estudará e realizará um jogo de adivinhação com o Xadrez Enoquiano.

 

e) Dois conjuntos de Tábuas Enoquianas devem ser construídos: as Tábuas no formato em Inglês e formato piramidal, com todas as suas associações completas.

 

f) Consagrar um talismã para que os Chefes possam testá-lo.

 

g) Escrever uma tese sobre o significado oculto dos três Manifestos Rosacruzes.

 

Nota: nenhuma atividade de skrying deve ser realizada nesta fase, apenas deve-se estudar o procedimento.

 

SEGUNDA SEÇÃO - THEORICUS ADEPTUS MINOR (Th.A.M.)

 

29- Palestra sobre as associações Astrológicas dos Quadrados Servos

30- Notas sobre o Ritual de Invisibilidade

31- Notas sobre o Ritual de Transformação

 

Os trabalhos deste nível, e os resultados destes trabalhos de skrying devem ser remetidos ao Praemonstrator. Todas as fases do que é descrito abaixo devem ser completadas antes que se possa avançar ao próximo nível:

a) O(a) Adepto realizará trabalho de projeção em cada um dos principais Tatwas e então em cada um dos sub-elementos.

 

b) Realize Pathworks para cada um dos Trunfos do Tarot, iniciando com O Mundo.

 

c) Projete-se para um dos quadrados pirâmide de cada Tábua Elemental Enoquiana. Por exemplo, pegue o Quadrado Servo com a atribiuição zodiacal de Áries na parte aquática da Tábua do Ar. Seus quadrados correspondentes serão:o quadrado de Áries na parte aquática da Tábua do Fogo,  o quadrado de Áries na parte aquática da Tábua da Terra, o quadrado de Áries na parte aquática da Tábua da Água. Uma pequena tese sobre as diferenças das visões deve ser feita e enviada como descrito acima.

 

d) Projete-se nos quadrados Enoquianos de um ângulo menor completo (Servo, Kerúbico e Cruz do Calvário) e registre as visões de cada quadrado.

 

e) Projete-se nos quadrados de uma cruz central completa, e registre cada trabalho.

 

f) Realize o Ritual de Invisibilidade

g) Realize o Ritual de Transformação

 

Nota: lembre de realizar o skrying nos quadrados da pirâmide na sequência descrita nas instruções a serem recebidas, que cobrem esta sequência em detalhes.

 

SEÇÃO 3 - PRACTICUS ADEPTUS MINOR (P.A.M.)

 

32- Leitura do Anel e do Disco

33- Adendo ao Concurso de Forças - Parte 1

34- Documento sobre Evocação

35- Parte  2 do Adendo ao Concurso de Forças

36- Ritual para Curar com Fotografia

37- Ritual de Exorcismo

38- Livro ou palestras "Ervas e Magia na Alquimia"

39- Construção das paredes da Cripta

40- Palestra sobre as Tábuas Enochianas projetadas sobre o Mundo

Os trabalhos deste nível e registros destes trabalhos visionários e práticos a serem enviados ao Praemonstrator. Todas as fases do descrito abaixo devem ser completadas antes de avançar ao próximo nível.

 

a) Registro de projeção em cada um dos 30 Aethirs (Éters)

b) Registrar a experiência de empregar a fórmula DWB  e a subida ou ascenção pela Árvore da Vida.

c) Registrar contatos astrais com pelo menos 10 espécies de plantas.

 

SEÇÃO 4 - PHILOSOPHUS ADEPTUS MINOR (Ph.A.M.)

 

41- Palestra - Parte 3 do Adendo ao Concurso de Forças

(Método e construção de uma grande Tábua Bonorum e a aplicação prática dos Anjos de Luz.

42- Palestra - Parte 4 do Adendo ao Concurso de Forças

(Método e construção da Tábua Sagrada)

43- Parte 5 do Adendo ao Concurso de Forças

(Documento sobre a construção e uso da Pedra de Visão)

 

Os trabalhos deste nível e registros destes trabalhos visionários e práticos a serem enviados ao Praemonstrator. Todas as fases do descrito abaixo devem ser completadas antes de avançar ao próximo nível.

 

a) Registre os trabalhos de projeção dentro do quadrado de Vênus em cada uma das 7 seções da Tábua de Bonorum e escreva uma tese sobre as diferenças entre elas

b) Projete em cada quadrado da seção de Vênus do Bonorum

c) Registre um trabalho de visão sobre a Pedra de Visão

d) Faça pesquisa e escreva uma tese sobre um trabalho de Alquimia com Ervas (Espagírico) usando o método Z-2 (como e quando) para um Elixir Herbal no nível de 5=6, empregando método de Laboratório. Isto deve incluir horóscopos completos e observações, bem como o Ritual Z-2. Isto deve ser apresentado aos Chefes para inspeção.

Nota: Leia "The Alchemist's Handbook" de Frater Albertus e "Practical Handbook of Plant Alchemy" de Manfred Junius para explicações técnicas do laboratório e equipamentos e seus usos.

 

Antes de poder avançar ao próximo nível, a pessoa deverá ter dominado as bases de trabalho ritual prático conforme contidos no Z-5. Um exame em ritua, verbal e prático será realizado.

 

Graus de 6=5 (Adeptus Major) e 7=4 (Adeptus Exemptus):

 

No grau de Adeptus Minor o iniciado é introduzido aos Mistérios da morte, e da vitória pelo auto-sacrifício (doutrina básica da Kabbalah) e da transformação alquímica da substância em outra substância. O eterno Mistério da Morte e Ressurreição. No próximo grau, de Adeptus Major, o iniciado aprende de maneira vívida e real os mistérios da Consciência.

 

Nestas elevadas esferas, a jornada para o Retorno se torna não mais apenas simbólica, mas muito real. Estes rituais da Segunda Ordem causam mudanças não apenas na psiquê do iniciado mas também em sua estrutura física, energética e celular. 

 

Muitos dos que vivenciaram e receberam estas iniciações podem atestar para o fato de que, em determinado momento da cerimônia, o iniciado é literalmente separado de seu corpo, e realiza uma viajem além da tumba, conhecendo aquilo que uma pessoa experimenta ao "morrer". Viajarás ao "lugar nenhum" e conhecerás aquilo que é para ser conhecido lá. Dubat, o "além túmulo".  Muitas visões estranhas, experiências maravilhosas e terríveis aguardam, neste momento, aquele que deve chegar a estes graus. Encontrarás as criaturas do ID, mas tornadas reais pela experiência.

 

No grau de Adeptus Major o iniciado encontrará Anjos, Demônios e Espíritos, aprendendo e descobrindo os mistérios do invisível. Retornará da Sepultura transformado eternamente, possuidor de segredos mágicos e poder conferido pelo Altíssimo. 

 

Muitos podem pensar que tais ocorrências são apenas simbólicas. Verdade que nem todos os que passam pela cerimônia podem ter a experiência, mas relatos de vários altos graus atestam que a coisa é REAL. Mais não seria sábio revelar.

 

 

 

gallery/sigillum_dei_aemeth magia enochiana golden dawn brasil
gallery/parede mercurio cripta aurora dourada
gallery/john dee
gallery/ankh golden dawn